Blog


O PODER DOS JUROS COMPOSTOS NOS INVESTIMENTOS LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO A TAXA DE JUROS, O TEMPO E VALOR INVESTIDO

O PODER DOS JUROS COMPOSTOS NOS INVESTIMENTOS LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO A TAXA DE JUROS, O TEMPO E VALOR INVESTIDO

  13/06/2017

Consideramos que uma das grandes mágicas do crescimento patrimonial nos investimentos ocorrem graças aos juros compostos, conhecido por muitos como juros sobre juros nos investimentos. Devemos levar em consideração 03 fatores muito importantes para que o crescimento do investimento se torne exponencial  e nesta matéria comentaremos sobre um fator : TAXA DE JUROS, sempre na correlação  de um investimento a longo prazo e com valores mensais constantes.

Quando analisamos as Taxas de Juros de mercado verificamos que as TAXAS MAIS ALTAS estão relacionadas a investimentos de alto grau de risco (bolsa de valores, câmbio) e rendimentos variáveis, que por sua vez estão atrelados a um frio na barriga devido as  oscilações diárias  de rentabilidade positiva ou negativa . Não podemos esquecer da  dependência de terceiros (corretoras) para auxiliar nestas operações. Será que estamos falando do investimento correto para trabalharmos juros sobre juros a longo prazo?

Dentre os investimentos de renda fixa  temos a Poupança , Previdência Privada, LCI, LCA , CDB entre outros.  Fora poupança , todos recaem nas altas taxas de administração dos fundos de bancos assim como os famosos e inesperados descontos e tributação de imposto de renda sobre o lucro fixada pelo governo. Qual a grande vantagem destes investimentos? Apenas a  “segurança” pois são papéis segurados pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) mas com os piores rendimentos de mercado e MENORES TAXAS. Isto mesmo, para vender  uma “suposta garantia”, dividem minimamente seus ganhos e o investidor recebe muito pouco.

No mesmo segmento de renda fixa, as securitizadoras emitem papéis de crédito no mercado, chamadas Debêntures, através dos quais a própria empresa é a garantidora do investimento aportado pelo investidor. Em contra partida,  a rentabilidade oferecida é muito MAIS ALTA do que os exemplos apresentados anteriormente, sem falar que não há cobrança de elevadas taxas de administração como as cobradas pelos bancos. Em resumo, este modelo de investimento tem vantagens bem relevantes , pois entrega uma rentabilidade alta, de forma pré-fixada (sem variações) , sem taxas de administração e com bastante flexibilidade para o momento que o investidor precisar resgatar o dinheiro.

Tem portanto, um POSICIONAMENTO EXCELENTE, comparativamente aos altos riscos da bolsa e ao baixo retorno oferecido pelos fundos de bancos, FGTS, Poupança, Letras de Câmbio e Previdência em Geral.

Com estes dados , certamente o investidor poderá iniciar um planejamento  analisando GRAU DE RISCO X TAXAS DE MERCADO  e assim definir qual o melhor modelo para o sistema de juros sobre juros. E seja qual for a decisão, vale lembrar sempre da máxima para o crescimento do patrimônio:

“Ninguém segura o juros composto” (juros sobre juros).

Até a próxima aonde analisaremos o TEMPO DE INVESTIMENTO.

 

 Marcelo Gomes Claure | Sócio-diretor

Personalite Invest